PARCERIA COM A CUF INFANTE SANTO

CNS - Campus Neurológico colabora com CUF Infante Santo para realizar cirurgia de Estimulação Cerebral Profunda em Doentes com Doença de Parkinson e outras doenças do movimento

O Hospital CUF Infante Santo, em parceria com o Campus Neurológico Sénior, realizou em Novembro a primeira cirurgia de Estimulação Cerebral Profunda ou DBS (Deep Brain Stimulation), no âmbito de uma colaboração pioneira que permitiu a realização num hospital privado de uma cirurgia, que pela sua complexidade técnica e longa duração da intervenção, só tinha sido realizada num número muito limitado de hospitais públicos.

O procedimento cirúrgico que abrange o tratamento de algumas doenças do movimento  consiste no implante de dois elétrodos na profundidade do cérebro conectados a um dispositivo neuroestimulador na zona do peito. Toda a conexão é realizada por debaixo da pele, e permite a estimulação elétrica de alguns núcleos cerebrais que controlam a função motora. Esta intervenção demora 8 a 10 horas e envolve uma equipa médica multidisciplinar, altamente especializada, que conta com neurocirurgiões, neurologistas, psiquiatras, neurorradiologistas e neuroanestesistas.

Esta primeira cirurgia, no Hospital CUF Infante Santo, foi efetuada num doente de sexo feminino, com 43 anos de idade, residente no Reino Unido, com diagnóstico de distonia generalizada idiopática.

A cirurgia decorreu nas instalações do Hospital CUF Infante Santo tendo sido transferida posteriormente para o Campus Neurológico Sénior, onde realizou um programa de neuroreabilitação e ajustamento dos parâmetros de estimulação. No pós-operatório imediato a paciente constatou uma melhoria dos seus sintomas entre 50-80%. 

A primeira cirurgia de estimulação cerebral profunda realizada no âmbito desta parceria foi realizada num doente com distonia, mas prevê-se que a grande maioria dos doentes que irão beneficiar deste tratamento tenham doença de Parkinson.

PARCERIA | Hospital CUF Infante Santo e Campus Neurológico Sénior

Este projeto implica o funcionamento de uma equipa médica multidisciplinar, altamente qualificada e experiente. O Campus Neurológico Sénior, através da Consulta de Doenças do Movimento, é ponto de referência no país no acompanhamento especializado destes doentes, e proporciona um apoio permanente, antes e depois da intervenção cirúrgica. Agrupa o trabalho de diferentes especialidades: neurologistas, neurocirurgiões, neurorradiologistas, neurofisiologistas, fisiatras, neuropsicólogos e psiquiatras, para uma completa avaliação clínica e imagiológica. 

A seleção dos candidatos para a cirurgia é muito rigorosa, feita pela equipa de neurologistas do movimento. A cirurgia é um processo complexo, com um risco não negligenciável, que exige uma grande do doente, dos familiares e da equipa médica. 

O projeto Hospital CUF Infante Santo-Campus Neurológico Sénior abrange o tratamento cirúrgico de patologias do movimento incapacitantes, como a doença de Parkinson, distonia ou o tremor essencial.